sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Visão Vale


Edição 222

Editorial

Click aqui e leia online


Nesta edição abordamos vários temas e todos com a mesma finalidade, celebrar a vida, valorizar e amar o próximo, cuidar de quem amamos através do respeito e com atitudes que nos darão esperança de vivermos dias melhores.
Esta creio ser a nossa missão, sonhar o impossível e realizar, acreditar nas pessoas, plantar o amor e viver em paz. Viver como santos e comemorar o Dia de todos os Santos, afinal deveríamos viver a santidade cada dia, pois um dia vitorioso e pleno vem dos atos de bondade, do proporcionar alegria ao próximo, do conselho amigo na hora certa, da compaixão ao semelhante, do ato de estender a mão a quem mais precisa.
  Todos os dias, a vida nos sorri e nos revela os planos de DEUS e você está no meio destes planos, por isso viver hoje é buscar o amanhã do seu ser.
  Que nosso novembro seja azul, seja dourado e melhor ainda uma primavera de cores, respeito, alegria, amor e paz.
Com o pensamento de que ``tudo que me podia acontecer de ruim, me aconteceu ontem e hoje é só alegria´´, rezemos por nossos irmãos de Mariana que hoje necessitam de nossa mão estendida para começar novamente.
Nossa solidariedade mesmo que seja em orações neste momento tão difícil. Que DEUS nos abençoe com sua PAZ e Compaixão.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Revista Visão Vale/GPS


Edição 221

Click aqui e leia online


No mês de outubro comemora-se o Dia de Nossa Senhora Aparecida. Que ELA cubra com seu manto sagrado todas as famílias e especialmente as crianças que são nossa esperança para um futuro melhor.

Não podemos esquecer também a importância da campanha Outubro Rosa, que ela possa conscientizar o maior número possível de mulheres. 

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Revista Visão Vale/GPS


Edição 220

Click e Leia Online

Editorial

Que a chegada da primavera possa nos trazer além dos aromas e cores novos ares e novos rumos. Que a alegria desta estação possa desabrochar em cada um de nós o sentimento de  amor ao próximo. 
Sempre depois do inverno vem a renovação, e assim nasce em nós o espírito de esperança de vivermos dias melhores. 

Boa Primavera!

sábado, 8 de agosto de 2015

Visão Vale / GPS

Edição 219

Click e leia online

Editorial


Agosto, mês dos Pais! 

  A figura do pai é de grande importância na formação da personalidade de uma criança, ele será o exemplo, o amigo, o herói, aquele que representa a força, as vezes o bandido outras vezes o mocinho, seja qual for a ocasião, uma frase de amor e carinho para o pai é sempre bem vinda. O pai representa o arquétipo masculino, a força, a vontade, a proteção, a figura paterna deve ser presença constante na vida das crianças e por que não na dos adultos também, afinal, ele é a viva representação da experiência.
Feliz dia dos Pais!
  Nesta edição destacamos os frutos de um trabalho que vem sendo semeado ao longo de alguns anos pela nossa querida Rita Elisa Seda.
O filme Cora Coralina - Todas as Vidas livremente inspirado no livro Cora Coralina – Raízes de Aninha escrito por Rita Elisa Seda e Clóvis Carvalho Britto vem coroar este trabalho. Confira na página 3.

Boa leitura!





quinta-feira, 16 de julho de 2015

Visão Vale / GPS

Edição 218


Click e leia online

Editorial

"Eu já fui de vários jeitos
Jeitos que não eram eu
Demorei a encontrar meu caminho
Trilhando caminhos que não eram o meu
Mas ao longo dos caminhos
Encontrei muitas flores
E também muitos espinhos
Descobri vários amores
Enfrentei vários temores
Pelas beiras dos caminhos
E eles foram se fundindo
Todos em uma coisa só
Os caminhos, os amores
E os temores
Tudo o que encontrei
Tentando ser o que não era eu
Transformou-me no que eu sou
E formou o caminho
Que finalmente era o meu..."

Raul Seixas

Pense nisso e boa leitura!

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Visão Vale / GPS


Editorial

Click e leia online


 Amor não é derivado da paixão. Aliás, desconfio que paixão nada tem a ver com Amor. Amor é coisa construída. Leva tempo. 
Paixão é à primeira vista. 
 Amor é à segunda, terceira, Quarta... 
 Amor nasce da cumplicidade, do cuidado, companheirismo, do importar-se. Compartilhar sem urgência é dizer " estou aqui". É tranquilidade. É serenidade na certeza do laço infindável. É solidez.
 Com este pensamento podemos dizer que no mundo falta Amor e sobra Paixão, estamos carentes de amor vivemos apaixonados pela vida esquecendo muitas vezes em nossas ações do verdadeiro Amor. E se DEUS é AMOR precisamos buscar mais pelo CRIADOR e SENHOR deste SENTIMENTO e quando encontrar plantar, cuidar, colher e compartilhar com todos.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Edição 215


EDITORIAL

Click aqui e leia!

   Esta edição ressalta a situação em que se encontra nossa cidade, nossos bairros com relação a epidemia da DENGUE. Hoje se investe muito em informações e divulgações que já são do conhecimento da população, o que é preciso realmente são ações concretas como esta que foi feita pela comunidade do Campos de São José, mostrando que pequenas ações se tornam grandes quando há união.
   Esta ação foi exemplo de Cidadania, Educação, Conscientização e Limpeza, na prática, real, não em informativos e folhetos como ocorre por ai. 
   Um exemplo que deveria ser adotado em todas as regiões e cada presidente de SAB deveria organizar em seu bairro, em parceria com a população e órgãos públicos. Só assim as medidas serão efetivas.

   A DENGUE é um problema de EDUCAÇÃO que se transformou em um problema de SAÚDE, pois onde há EDUCAÇÃO e CONSCIENTIZAÇÃO não sobra espaço para o mosquito.  Este é um problema de responsabilidade de todos nós.



domingo, 22 de março de 2015

Edição 214


Editorial



  Nossa edição é dedicada à todas as mulheres, e não poderia ser diferente, um dia é muito pouco para homenagear esse ser abençoado que tem o dom da vida.
  Nossa homenagem é para a mulher que luta, que sofre e nunca deixa de acreditar em sua força, em seu poder, na sua vontade de querer ver o mundo com menos desigualdade.
  Na matéria ao lado temos um exemplo de uma mulher guerreira que vem vencendo os obstáculos que a vida lhe impõe nesta missão diária, e que no encontro com DEUS renovou sua Fé e força para continuar, hoje é um grande exemplo de vitória.
  Nossa homenagem também para as nossas colaboradoras: Rita Elisa, Ivani Izidoro, Vera Tenguan, Taisa Alves, Ângela Nascimento, Cleusa Sales, essas mulheres enriquecem nossas páginas com seu trabalho, suas histórias, contos, crônicas, dicas...
  Fica aqui nosso muito obrigado!!!!!









sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Edição 213

Editorial


 Neste mês nossa homenagem é para os Meninos do São José Esporte Clube (Sub 17), que mesmo em meio a muitas tribulações e com enormes dificuldades, mostraram que são guerreiros e que podem vencer todos os obstáculos, com UNIÃO, FÉ, GARRA e que continuarão a conquistar seus sonhos, servindo de exemplo para muitos que estão pensando em desistir no meio do caminho. Para àqueles que já desistiram, que este exemplo seja a mão estendida para o recomeço da caminhada.
  Muitas vezes lutamos contra o vento forte, correntezas, parece que estamos lutando em vão, que nossas adver-sidades de tão gigantes vão nos vencer sempre.
Mas temos que levantar nossas velas e aproveitar a força do vento, usá-lo a nosso favor, deixar que a correnteza nos leve ao ponto que queremos e o mais importante, que nossas adversidades como Golias caiam aos pés de Davi por determinação de nosso DEUS e SENHOR. 
   Um lembrete, nós seres humanos necessitamos muito uns dos outros, temos que conviver como um time, por isso quando conseguimos a vitória temos sempre que olhar ao nosso redor e ver quem realmente nos ajudou a chegar ao topo mais alto do pódio. 
A vitória nunca é solitária é sempre em conjunto.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Edição 212

Edição Online

Editorial 

  Mais um novo ano aqui estamos nós. Aí está você. O importante MESMO é você saber que você está aí e bem. Seja como for, você acaba de ganhar mais um ano de presente para viver. Por isso, comemore este novo ano. Agradeça! Viva este evento como algo fantástico. Afinal, você também é um milagre da natureza. Enquanto você ainda está no silêncio, na intimidade dos seus pensamentos, nos devaneios do espírito da rotina de mais um despertar, a vida se revela...
  Emocione-se com os fenômenos da natureza, a chuva, o vento , as nuvens, os trovões, os primeiros raios de sol que estão começando a colorir o céu ... E principalmente , emocione-se porque você faz parte deste espetáculo...
  Comece fazer agora tudo aquilo para o qual esta nova etapa da sua vida lhe é dado pelo nosso Criador. 

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Editorial

Edição 10
Dezembro 2010

«O Natal da Esperança: Com o espírito natalino formam-se nuvens de esperança num céu de bondade, em cada coração há um enorme desejo de felicidade e alegria! Lares se iluminam numa magia sem qualquer maldade, Iniludível, apenas o amor engrandece este lindo e peculiar dia... Zelando totalmente pela nossa total paz e harmonia! No íntimo de cada um de nós está o sentimento mais puro, aquele que norteia o significado verdadeiro da comemo-ração, todos sabem que Jesus é o nosso salvador e o porto seguro onde depositamos nossas esperanças, aquarela de todas as emoções num só bondoso coração, liberando em todos nós as bênçãos da confraternização!»

Feliz Natal e Boas Festas!

Click e Leia Online: Visão Vale

segunda-feira, 17 de novembro de 2014



Visão Vale Novembro

Edição 210

Leia ONLINE

Assim como em outubro destacamos à campanha outubro rosa, nesta edição o destaque é a campanha novembro azul, assunto que hoje vem sendo mais divulgado, mas que ainda sofre muito preconceito, muitos homens fogem do exame, colocando a vida em risco pois o quanto antes diagnosticado maiores são as chances de cura. Essa campanha vem reforçar a importância da prevenção para o homem.
Outra campanha que faz parte do calendário de novembro é a vacinação contra Sarampo e Poliomielite, todas essas medi-das salvam vidas.
E por falar em vida não deixe de ler o texto ao lado uma ótima oportunidade para refletir sobre o que é realmente necessário para viver.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Jornal de Junho 2014


Editorial 


 Se ``Torcer é criar laços sociais, com-partilhar momentos, aprender valores como tolerância, amizade e respeito e até superar conflitos familiares´´ podemos dizer que ninguém é contra a Copa do mundo, pois somos Brasileiros Penta Campeões, torcedores fanáticos. É claro que existe muita corrupção, desvio, superfaturamento, mas a culpa é nossa, pois foi pelo nosso voto que elegemos quem seria responsável em administrar nosso país, estados e cidades. Veja o que fizeram com o nosso São José E.C até criaram outro time para a cidade, será que é assim que se ensina valores a uma sociedade? O PAPA FRANCISCO disse: ``Devemos participar da política, é um dever de todo Cristão, pois se as coisas estão como estão é porque muitas vezes lavamos as mãos como Pilatos. A Política é o caminho mais breve para o bem comum e se ela está suja é porque nós cidadãos não participamos como deveríamos.´´ É hora de entrar em Campo, tomar a faixa de capitão de quem nem merece fazer parte deste time! Hoje se diz ``somos um só´´ amanhã cada um por si e DEUS para todos. Está na hora de virar este jogo, vista a camisa, cante o hino e lembre-se de que a Voz do Povo é a Voz de DEUS!


Sentimentos e o futebol


  Um jogo fascinante onde a lógica, às vezes se inverte. O esporte mais popular do mundo serve para refletirmos sobre a vida, emoções e sentimentos. Uma partida de futebol é mais que um simples jogo, são 22 pessoas tentando mostrar que a arte existe, imaginação, sonho e desejo podem se concretizar.
Milhares de pessoas unem se em torno de um time, diferentes ficam iguais. Todos têm a solução para o time, cada um se sente um treinador, pobre treinador. Os jogadores ou são tudo, ou nada, o céu e o inferno encontram-se em uma linha tênue, onde a vitória e a derrota podem ser definidas em um chute, um drible, um descontrole, uma malandragem, ou em um simples apito. A terapia do povo é torcer, xingar a mãe do árbitro é um dos melhores remédios para o estresse.
  Quem quando criança não sonhou em ser jogador, virar um ídolo, entrar em um estádio lotado e fazer o gol do título. Em nosso país esse sonho ainda é mais frequente. O futebol é ainda uma importante forma de inclusão social, onde a vida de muitos pode mudar desde que se tenha qualidade e sorte.
  Um esporte onde jogadores tornam se mitos. Torcedores vão do êxtase a frustração em 90 minutos, tudo isso gira em torno de uma bola e 22 jogadores que decidem a guerra civilizada dos tempos modernos, onde cada jogo é uma batalha, onde a lógica, nem sempre prevalece.
  O futebol é isso, um pouco de tudo, como a vida, onde cada um quer vencer a sua batalha diária, com muita arte, imaginação e sentimento.

Frederico da Luz
http://fredericodaluz.wordpress.com/2013/04/28/sentimentos-e-o-futebol/


RITA ELISA

A Jaqueira

A região de Eugênio de Melo tem lá seus mistérios. Um deles fica à margem da estrada velha Rio-São Paulo. São três grandes jaqueiras, centenárias. Sempre que passava por lá me questionava: “essas arvores, tão belas, tão grandes, devem ilustrar alguma estória”. E, realmente, fiquei a par de que o senhor Benê Fernandes, nascido em Eugênio de Melo, com 63 anos de idade escreveu um livro e nele registrou a lenda dessas árvores.
Rapidamente, assim com a pressa de anteontem, marquei uma entrevista com ele. Minha amiga Edna Deodato, casada com Clayton Deodato, nascido em Eugênio de Melo, me levou até o senhor Benê. E, agora, deixo aqui, para vocês, mais uma lenda a respeito de árvores centenárias em São José dos Campos.
Conta a lenda que naquele local havia uma enorme fazenda. Tão grande que se perdia de vista. O fazendeiro era muito rico e tinha muitos filhos. Gostava de guardar dinheiro e os filhos queixavam, pois queriam gastar todo dinheiro do pai. Até que o fazendeiro resolveu trocar o dinheiro por ouro e jóias preciosas, dessa forma foi juntando um tesouro.
Porém, os filhos queriam gastar o tesouro do fazendeiro. Ele, então, plantou algumas jaqueiras na mesma direção e com a mesma distância de 50 passos entre uma e outra. Depois, se posicionando no pé de jaca ao centro, caminhou em linha reta por toda a várzea, atravessou o rio Paraíba e plantou outro pé de jaca. Desse local contou 50 passos (não se sabe se é para a direita ou é para a esquerda) abriu uma cova bem funda e enterrou um baú repleto de tesouro.
Contou para os filhos que havia enterrado seu tesouro na propriedade onde moravam. Prometeu revelar o local para que seus filhos pudessem usufruir dessa riqueza. Mas, o fazendeiro ficou doente e, de repente, faleceu sem contar aos filhos o local em que se encontra o baú. 
Dizem os mais antigos, que se subirmos na jaqueira central e olharmos em linha reta em direção ao banhado, encontramos uma enorme jaqueira e chegamos até o tesouro. Eu já estive lá e tentei avistar a jaqueira, mas deve ser muito distante, não a enxerguei. Voltarei munida de binóculos, só assim, mesmo, para avistar a tal árvore. Talvez amanhã eu consiga. Alguém aí quer me ajudar?
Seu Benê Fernandes diz que, há muitos anos, os jovens iam até as jaqueiras para descansar, comer jaca ou tirar visgo para caçar passarinhos. Outros moradores se lembram de que ali foi local de distribuição de pão para os mais necessitados. Hoje em dia é local de passagem de pedestres.
Desejo que essas jaqueiras durem mais cem anos, com direito a saciar a nossa fome com muitas jacas. Obrigada, seu Benê Fernandes, por compartilhar esse mistério. Como você colocou no livro: “não sei se é lenda ou se é verdade”.





     Árvores de Seda


Foto-Haicai
















A lenda do Uirapuru




A lenda indígena do Uirapuru na versão de Tia Regina, conta da existência de duas amigas inseparáveis. Lindas, guerreiras, companheiras, sempre faziam tudo juntas, gostavam das mesmas coisas e eram admiradas na tribo pela amizade nutrida entre elas.
  Um dia, encontraram um novo cacique, as duas o acharam bonito, forte e se apaixonaram. Mas, pela primeira vez, não contaram seus sentimentos uma a outra.
  Muitas luas se passaram e muitos suspiros, para conseguirem expor mutuamente o amor de  seus corações e qual foi a surpresa: amavam o mesmo homem.
  Amigas e sempre juntas, depois de muito conversar, para não terminarem a amizade com brigas e disputas, decidiram deixar o Cacique escolher uma das duas.
 Mas, o Cacique não conseguia escolher e dizia amar as duas do mesmo jeito. Foi necessário consultar o pajé e por orientação dele ficou combinado uma disputa: quem acertasse primeiro a ave indicada, casaria com o cacique.
  Assim foi feito, as flechas de cada uma foram marcadas e ao sinal do pajé, as duas amigas atiraram as suas flechas em uma ave branca  no céu e é claro: a vencedora casou com o cacique.
  A perdedora, chamada Uirapuru, aceitou a derrota e se afastou. Mas, triste e sentindo a falta de sua amiga e de seu amado, chorou  muito chegando a criar um rio.
 O deus Tupã,  curioso, foi buscar a origem do rio, encontrou a moça e soube de sua triste história. Para ajudá-la a matar a saudade da amiga e do amado, ele a transformou em um pássaro, pois desta forma a índia  poderia se aproximar dos dois sem ser notada. 
  Uirapuru pássaro foi até a aldeia, entrou na oca do Cacique, viu sua amiga e seu amado muito felizes  deixando-a com muito ciúme e mais triste ainda.
  Tupã ao ver Uirapuru ainda mais entristecida, chamou sua atenção: Saber perder é uma vitória! Era preciso se conformar, seguir a vida adiante. 
  Tupã não conseguiu ter-minar de falar, foi interrompido por uma algazarra. Eram as aves! Como acontecia freqüentemente, quando elas queriam cantar e gritar,  faziam todas ao mesmo tempo e sem nenhuma ordem naquele barulho.
 Tupã com sua sabedoria conseguiu encontrar duas soluções: deu um raríssimo canto para a índia passarinho, um tão belo que ela esqueceria sua tristeza e com notas e timbres tão especiais que os outros pássaros fariam silêncio para ouvir o seu canto.
  E assim é até hoje, quando o uirapuru canta, todas as aves ficam em silêncio.
  Diz ainda a lenda: O Uirapuru é uma ave mágica, é chamada a ave da felicidade, concede desejos aos que a escutam e a conseguem ver.


Verdade ou não verdade? É lenda!
Ivani Izidoro@hotmail.com


Atividade Física

Anabolizantes

Parece um milagre ou até mesmo uma fórmula mágica, mas o uso de anabolizantes, apesar de ser uma alternativa fácil e rápida de aumentar a musculatura, oferece riscos à saúde, o uso indiscriminado desses produtos, sem orientação médica, pode causar efeitos colaterais, como risco maior de problemas no coração, aumento do colesterol ruim, problemas no fígado, infarto, derrame e até mesmo câncer.
Por isso, os especialistas alertam que essas substâncias não devem ser usadas e não podem ser receitadas nas academias, já que é possível ganhar massa muscular apenas com exercício físico e alimentação. Em relação ao câncer, o excesso de hormônios dos anabolizantes, usados de maneira inadequada, estimula o crescimento de células – se uma delas tem uma tendência a se transformar em um câncer no futuro ou se já tem a doença, o anabolizante pode promover seu desenvolvimento com mais rapidez. Ou seja, ele pode causar um tumor ou acelerar um que já existia, com o risco até mesmo de metástase.

Fonte:http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2014/01/anabolizantes-dao-efeitos-colaterais-e-uso-indiscriminado-traz-risco-saude.htm


São José 2 x Taubaté 1


Parabéns aos meninos do 

sub-15 e sub-17 que lutaram 

mostrando muita garra e raça






Com gols de Rodolfo e João o São José E.C. sub-17 venceu o time de Taubaté em uma disputa onde prevaleceu a tradicional rivalidade entre os times, em um jogo muito emocionante vimos o time da Águia, que tem apenas dois meses de treinamento, mostrar que o caminho é longo mas estão no rumo certo. A vitória veio para coroar a união e garra destes meninos que vem trabalhando duro e lutando pelo seu espaço a diretoria, treinadores e todos que de alguma forma colaboraram para que este trabalho venha a ser realizado. Parabéns!!!!   
Jornal de maio em construção